Interação entre Isopoda (Crustacea) e duas espécies de Hypoptopomatinae (Loricariidae) em um riacho amazônico

 Os crustáceos parasitas de peixes são em geral parasitas externos (ectoparasitas) e pertencem ao grupo dos isópodos, branquiúros ou copépodes, sendo encontrados principalmente em águas tropicais. A família Loricariidae é composta exclusivamente por peixes de água doce e são distribuídos em ambientes Neotropicais, principalmente na América do Sul. Os estudos de parasitologia com hospedeiros loricarídeos são bem incipientes, sendo restritos a registro de ocorrência. As espécies Hisonotus chromodontus e Curculionichthys luteofrenatus da subfamília Hypoptopomatinae apresentam sua distribuição na bacia do Tapajós e em tributários, como rio Teles Pires. Todas as interações de crustáceos ectoparasitas conhecidas para os peixes da família Loricariidae são com espécies da ordem Isopoda. Estudos ecológicos sobre efeitos na história natural dos loricarídeos hospedeiros, adaptações e especializações nos isópodos que permitem o parasitismo podem mostrar uma nova forma de analisar essa interação. Assim um dos principais intuitos deste estudo é investigar a interação de ectoparasitas isópodos com seus hospedeiros, pequenos loricarídeos sob aspectos ecológicos e evolutivos. Para tal temos como objetivo taxonômico descrever novas espécies de isópodos ectoparasitas de loricarídeos, e se forem espécies descritas, propor uma redescrição com detalhamento das estruturas de interesse taxonômico. E como objetivos ecológicos investigar os efeitos do parasitismo na capacidade de se alimentar e reproduzir dos hospedeiros, caracterizar dados de prevalência e intensidade de infestação de isópodos em loricarídeos.

197843_165501440_985347765.png